Séries

Published on Abril 14th, 2015 | by Dih Negretto

1

Demolidor – Primeiras Impressões (sem Spoilers)

E estreou a série Demolidor na Netflix. Essa série que vem dando o que falar na web desde os trailers e que continua dando o que falar após sua disponibilização na sexta-feira (10/04). Diferentemente de muitas pessoas, não fiz maratona para ver todos os episódios de uma única vez (para quem não sabe, a Netflix já disponibilizou todos os episódios da temporada). Decidi ir assistindo aos poucos, como se os episódios ainda não estivessem sido lançados. Isso, sem dúvidas, foi uma escolha pessoal, não sou contra fazer maratonas. Assim, diferentemente de muitos sites, vou fazer um post com minhas primeiras impressões e não uma resenha da temporada completa.

O Demolidor, como já disse no meu blog pessoal, é um personagem da Marvel que contêm uma HQ entre os meus quadrinhos favoritos e, agora, está começando a ser um personagem que está em uma das minhas séries favoritas. Isso mesmo, já estou empolgado com a série mesmo tendo visto apenas os 2 primeiros episódios.

Assim como as histórias escritas por Frank Miller em seu período como roteirista de Demolidor, a série está com uma pegada bem “pé no chão” e adulta (dark). Parece que a série vai mesmo seguir o caminho marcado por Miller, tanto que o uniforme inicial de Matt é o pretinho básico é preto, lembrando bastante um ninja.

demolidor

Assistindo os 2 primeiros episódios, lembrei bastante da HQ do Batman chamada Ano Um, também escrita por Frank Miller, e que conta o início da vida de Bruce como Homem Morcego. Assim como em Ano Um, a série começa mostrando Matt ainda no início da sua jornada como herói e vários erros do “aspirante a herói” nesse caminho, mostrando assim, um personagem bem humano e que também apanha (bastante) dos inimigos.

A série utiliza-se dos flashbacks para contar a história de Matt Murdock quando criança e o acidente que o deixou cego. Porém, essas voltas ao passado não são feitas de maneira desorganizada, mas como uma forma de se explicar e aprofundar o que está acontecendo no presente, algo muito acertado em meu ver (diferentemente de Arrow que, as vezes, abusa muito dos flashbacks).

O elenco também está de parabéns. Charlie Cox está interpretando brilhantemente Matt Murdock, enquanto Deborah Ann Woll dá vida a Karen Page de uma maneira profunda, o que abre caminho para várias histórias mais complexas, como por exemplo, a própria Queda de Murdock. Por fim, o personagem Foggy Nelson, interpretado por Elden Henson, ajudante e sócio de Matt, fica também com a função (até o momento) de alívio cômico da série.

demolidor1-770x295

Outro ponto a se ressaltar, desses episódios que vi, é a cena final do 2 episódio. Uma cena muito bem dirigida e coreografada. Sem dúvidas uma das melhores cenas que já vi nesse contexto, que não quero dar spoilers, que consegue realmente transmitir a essência do herói. Muito legal mesmo!

Esses dois primeiros episódios já mostram como a parceria Marvel/Netflix tem tudo para dar certo, e já está dando.

Tags: , ,


About the Author

Mestrando, computeiro e aspirante a pesquisador. Gosta tanto da Marvel quanto da DC, mas pensa que é o Batman. Sonha em construir uma IA capaz de conquistar o mundo e deixá-lo milionário.



Back to Top ↑
  • Categorias


  • PODCAST DESTAQUE

  • Curta a TdG