Jogos

Published on setembro 2nd, 2013 | by Redação TdG

Do que os jogadores gostam… aparentemente, de Mega Man

Certamente você já ouviu falar de Mega Man. Suponho isso pois confiamos no conhecimento do nosso público, apaixonado pela cultura pop da qual o personagem é uma referência. E pode ser também que já saiba que o criador do robô azul (ou pelo menos quem o levou à fama), Keiji Inafune, abriu um Kickstarter para financiar sua nova criação, Mighty No. 9.

Caso eu esteja errado e você não foi informado ainda, cumpro aqui meu dever jornalístico: descontente com a falta de liberdade criativa e o cancelamento do projeto de um novo Mega Man, Inafune deixou a Capcom em 2010, montou seu próprio estúdio (o COMCEPT Inc.), fez algumas ligações para antigos colegas que ajudaram no desenvolvimento dos jogos do Mega Man e iniciou um crowdfunding de 900 mil dólares no Kickstarter para Mighty No. 9, jogo que poderia muito bem ser da franquia Mega Man dadas as semelhanças entre as duas criações.

O vídeo do projeto (veja e contribua aqui), quase uma biografia, mostra Keiji Inafune andando pelas ruas japonesas em meio a inúmeras referências ao universo de Mega Man. Para os fãs saudosistas e com fome de um bom jogo baseado no personagem, Mighty No. 9 aparentemente é um prato cheio, mesclando a jogabilidade retrô com novas ideias num trabalho que mostra que antigas franquias podem evoluir e deixar de viver no passado.

Mas o que era bom podia ficar melhor… e ficou. Em somente dois dias, a meta foi alcançada. Quando este texto for ao ar, a arrecadação já terá passado a casa do um milhão de dólares. E se a Capcom parece ter aberto mão do Mega Man, o público mostra que ainda há espaço não só para o personagem, mas também para a fórmula.

Claro que é delicado culpar a empresa. Afinal de contas, ela vive de resultados, e seguidas opções erradas em cima da franquia Mega Man derrubaram a relevância da marca junto aos jogadores. É difícil prever o mercado e nem todo mundo parece ter o poder de Mel Gibson naquele filme que ele lê a mente das mulheres (Do Que as Mulheres Gostam. Agora entenderam a referência na foto em destaque?). A Capcom bem que tentou, da maneira errada, revitalizar a série, lançando Mega Man 9 e Mega Man 10.

Entretanto, verdade seja dita: ambos os games são fracos. O que vale é a tentativa, mas ela poderia ter sido mais bem feita, com algum tipo de inovação. Inovação que deve estar presente em Mighty No. 9.

Pode ser que o novo jogo seja fraco e cheio de problemas no fim das contas. O lançamento, ainda distante, em abril de 2015, pode acabar por ser uma decepção para quem financiou e para quem vai esperar por Mighty No. 9. Mesmo assim, Inafune dá um exemplo ao mercado tradicional, que vê ano após ano um agudo crescimento dos indies e suas inovações, mesmo que estas nem sempre sejam tão inovadoras assim. Algumas são apenas um pouco diferentes de títulos AAA arrasa-quarteirões e suas repetitivas mecânicas.

E você, quer ver mais evoluções de franquias consagradas, ou se contenta com os remakes em HD sem tirar nem por de jogos antigos?

Tags: , , ,


About the Author

A "Redação TdG" é um grande espaço ocupado por ´jornalistas goblins´ que escrevem suas matérias sob pressão de editores furiosos! Algo muito diferente do que acontece em grandes veículos de comunicação.



Back to Top ↑
  • Categorias


  • PODCAST DESTAQUE

  • Curta a TdG