Séries

Published on Janeiro 21st, 2016 | by Mari Molinari

0

Master Of None

Master Of None, criada e protagonizada por Aziz Ansari, foi lançada pela Netflix no final de 2015. Sua primeira temporada está dividida em 10 episódios, com aproximadamente 30 minutos cada. Com uma temática parecida com Louie, de Louis C.K., a série se destaca por ir além da piada pela piada.

A série conta a história de um ator americano na faixa dos 30, que vive solteiro em Nova York. Dev, personagem de Aziz, tem uma vida simples, mas o que a torna tão interessante é a forma como é contada, criando uma dinâmica em seu enredo.

Cada episódio traz uma temática distinta e aborda temas que passam despercebidos no cotidiano. Episódios como Parents, e Ladies and Gentlemen tratam de dificuldades que pessoas comuns passaram e continuam passando diariamente. Por Dev possuir descendência indiana, assuntos como xenofobia também são abordados ao longo dos episódios.

Contudo, a série não se resume em lições de moral e cenas tristes que levam o espectador à reflexão. Apesar de toda a crítica inserida, é graças ao humor simples e até ingênuo que é possível analisar com leveza os temas. O foco claramente não está em ser uma série de comédia, mas sim mostrar, de forma bem humorada, situações cotidianas.

lead_960

O fato de tanto Dev como seus amigos representam pequenas minorias da sociedade americananão faz da série algo clichê, apenas demonstra uma preocupação com a questão da representatividade na TV, tema também é abordado em um dos episódios. Uma curiosidade sobre o episódio Parents, é que, por não encontrar atores indianos mais velhos para as filmagens, os pais de Dev são na verdade os pais de Aziz.

O que mais cativa em Master Of None é sua naturalidade. Uma história extremamente comum, sem grandes reviravoltas, não seguindo uma curva dramática específica. Dev é apenas um rapaz vivendo em uma grande cidade, tentando encontrar a si mesmo e conquistar seus objetivos.

A grande sacada é que independente da sua idade, sua classe social, seu sexo ou até mesmo suas crenças, em algum ponto você vai se identificar com a série, pelo fato de ela ser tão comum. Toda essa simplicidade é o que faz da série algo verossímil, uma cena corriqueira é transformada em algo profundo e ao mesmo tempo divertido de assistir.

Para quem busca “a série daquele rapaz que faz stand-up”, Master Of None deixará a desejar. Minha dica é esquecer a imagem de Aziz como comediante e ter como referência seu personagem Tom Haverford, em Parks and Recreation. Afinal essa claramente não é uma série sobre a vida de Aziz, e sim sobre Dev e até mesmo sobre todos nós.

Tags:


About the Author

Graduanda em Letras e viciada em comprar livros. Leitora apaixonada de Ayn Rand e Bukowski. Tem preguiça de séries de tv muito longas e não entende muito de tecnologia.



Back to Top ↑
  • Categorias


  • PODCAST DESTAQUE

  • Curta a TdG