Séries

Published on dezembro 14th, 2015 | by Fabricio Caleffi

0

Mr. Robot e aquela sensação de mais só que não do mesmo

Diga um bom filme sobre hackers que você vai lembrar de primeira. Matrix? Não, aquilo definitivamente não tinha nada a ver com hacking – mas é uma baita trilogia e dividiu o gênero dos filmes de ação. Hackers? Sério? Pergunta pra algum hacker se dá pra fazer metade daquelas coisas. E pergunta pessoalmente, porque se for em um chat….

Esqueça as viagens hollywoodianas sobre hackear satélites, explodir carros e entrar no computador. Mr Robot é a coisa mais próxima do real cyber-ativismo já produzida para TV e que hoje em dia vemos alguma notícia sobre, aqui e ali.

A trama é centrada em Elliot Alderson, um cara completamente instrospectivo e geek que manja muito do mundo cibernético, pelo simples falta de o ambiente virtual ser o único porto seguro para sua sociopatia, onde ele pode ser ninguém e saber tudo de todos sem precisar ter o mínimo contato físico – algo que ele evita a todo custo, ao menos quando não está chapado de morfina, a única coisa que consegue manter sua mente brilhante e incessante relaxada por alguns momentos.

A série Mr Robot tem somente dez episódios em sua primeira temporada, foi escrita e dirigida pelo ‘desconhecido’ Sam Esmail, de “Eu estava pensando justamente em você” e “Mockingbird”, e já é considerada a melhor série de 2015.

Cada episódio vai te apresentar aos personagens NADA, mas NADA MESMO (!) convencionais e com cliffhangers finais que simplesmente não te permitem perder o próximo episódio. Eu mesmo fui surpreendido pela história de Elliot e o grupo de hackers liderado pelo tal Mr. Robot (Christian Slater, ressurgido das cinzas em um de de seus melhores papéis)  que quer acabar com o maior conglomerado empresarial do mundo – curiosamente, com diversas referências à empresa de computadores Dell e sua hegemonia em prover estações de trabalho para todos os escritórios do mundo.

É difícil esticar aqui o papo sem deixar escapar qualquer spoiler, já que não há um único episódio sem alguma novidade extremamente bombástica que vai te fazer ver tudo até  fim. Depois conte aqui nos comentários qual foi o momento que mais te pegou de surpresa. E tem que ser um só, tá? Quero ver! 😉


About the Author

Nerd, geek, gamer, aquarista, papai, um pouco de tudo e um muito de nada. Adora um salto de fé, um risolis e uma boa conversa com amigos. Não decora nomes, não lembra datas, mas de alguma maneira, acerta o próprio aniversário.



Back to Top ↑
  • Categorias


  • PODCAST DESTAQUE

  • Curta a TdG