Jogos

Published on janeiro 8th, 2015 | by Mayara de Oliveira

Uma aula de história interativa

Um dos meus jogos favoritos de 2014, sem dúvidas, foi Valiant Hearts: The Great War, nele é possível reviver eventos da Primeira Guerra Mundial através das histórias de quatro personagens.
Com puzzles interessantes e diversos colecionáveis recheados de fatos históricos, o game apresenta boas reviravoltas e uma trama emocionante.

VH02

Por conta de seus gráficos, à primeira vista, Valiant Hearts parece não conseguir retratar a violência e o horror de uma guerra, mas acredite, ele consegue.

O enredo foi baseado em diários de sobreviventes da 1ª Guerra, por isso os aspectos humanos se sobrepõem a tiros e explosões. No jogo você controla quatro personagens (além do cachorrinho Walt) e nenhum deles é um soldado efetivamente, são pessoas comuns que, por circunstâncias diferentes, foram parar no campo de batalha.
A jogabilidade é simples, basicamente o jogo é composto por puzzles, na maioria deles você terá que ajudar alguém para avançar no cenário. As batalhas contra os chefes são bem bacanas também, nada que ofereça um grande desafio, mas tudo bem coerente.

VH04

A narrativa tem forte influência de HQs, com cenas cortadas em quadros e uma narração marcante. O jogo oferece centenas de colecionáveis, como diários e objetos da época, cada um acompanhado de um texto curto com informações bem pontuais. É interessante ir lendo essas fichas durante a jogatina, as informações deixam a aventura mais imersiva. Todo o conteúdo escrito do jogo está localizado em português, e algumas dessas fichas informativas descrevem a participação do Brasil na Guerra.

VH03

Valiant Hearts: The Great War está disponível para PC, PS3, PS4, X360, XONE e tablets com sistema Android e iOS.
Se você deixou passar essa obra prima produzida pela Ubisoft, vá atrás, vale muito a jogatina!

Tags: , , ,


About the Author

Produtora audiovisual e observadora da maternidade nas horas vagas. Não dispensa uma partida de FIFA e uma boa discussão sobre futebol. Acredita que Sam é o verdadeiro herói do filme "O Senhor dos Anéis". Não gosta de macaco e queria ter uma girafa de estimação.



Back to Top ↑
  • Categorias


  • PODCAST DESTAQUE

  • Curta a TdG