HQ

Published on fevereiro 13th, 2014 | by Bruno Arruda

Wolverine Noir: obrigatório

Nova Iorque. 1937. Wolverine, o mutante queridinho da galera, é um detetive particular com o seu sócio, Cão. A história ainda conta com aparições de Rose, Mariko, Victor Creed e outros personagens conhecidos. A ideia da Marvel, a Casa das Ideias, era dar uma nova visão para alguns personagens ao estilo hollywoodiano noir.

Sabe aqueles filmes em preto-e-branco, da década de 40, imagens altamente contrastadas, a fumaça do cigarro, o batom vermelho da femme fatale e tantos outros elementos? Então, isso é noir.

WolverineNoir4-10

Aqui nós vemos um Wolverine envolto em dúvidas, mistérios e contradições. Um detetive confuso por seus poderes. Sem saber direito quem é bandido e mocinho. O que não falta nas quase 100 páginas encadernadas em capa dura, lançado pela Panini, é arte. Mais de uma vez eu parei algum tempo em um quadro específico, só pra ficar olhando. Seja um soco na cara ou uma espadada na barriga, a arte está lá.

Recomendo a todos que curtem o Nasi Wolverine e que tenham a cabeça aberta. Por favor, tenham a nítida noção de ser uma homenagem a um gênero e não apenas mais uma história do mutante. O roteiro foi escrito pelo Stuart Moore com ilustrações de C. P. Smith. Custa mais ou menos 18 reais para quem for comprar online.

Tags: , , ,


About the Author

Fã declarado do Kira. Acha Shadow of the Colossus superestimado. Seu animal preferido é o macaco. Sabe até hoje a música de abertura dos Changeman e já se mijou pelo Jaspion.



Back to Top ↑
  • Categorias


  • PODCAST DESTAQUE

  • Curta a TdG